Os Vinhos As Vinhas Expressões do Dão Agenda Notícias Imprensa A Comissão Contactos
 
   
 
     
     
 
A História
Laboratório
Missão
Solar do Vinho do Dão
Fluxograma da Certificação
Links
Documentos
Estatísticas
Agentes Económicos


A COMISSÃO     Laboratório
 


A qualidade dos serviços prestados pela CVRD é considerada como um dos seus principais objectivos. Assim sendo, a Comissão Executiva da CVRD estabeleceu como objectivo estratégico a manutenção e a melhoria contínua do Sistema de Gestão do seu Laboratório de Análises, segundo a Norma NP EN ISO/IEC 17025, e consequente acreditação do maior número possível de ensaios nele realizados, por uma entidade competente.

Para a obtenção dos seus objectivos, a CVRD organiza-se de modo a não só controlar factores humanos, técnicos e administrativos que afectam directamente a qualidade dos seus serviços, mas também promover a redução, eliminação e, fundamentalmente, a prevenção de todas as deficiências, de forma a melhorar a sua eficiência.

O Laboratório, designado por Laboratório da CVRD, é um dos sectores da Comissão Vitivinícola Regional do Dão e encontra-se acreditado desde 1999, segundo a NP EN 45001 com consequente renovação da acreditação em Maio de 2002 de acordo com a NP EN ISO/IEC 17025 como consta do Certificado de Acreditação L230 e seu Anexo Técnico de Acreditação N.º L0230-1  (o original pode ser consultado na página do  IPAC). O seu Sistema de Gestão abrange todo o trabalho realizado apenas nas instalações permanentes.

Compete ao Laboratório da CVRD:

     - Efectuar o controlo de qualidade de produtos vínicos;

     - Realizar actividades de ensaio em conformidade com os requisitos da norma NP EN ISO/IEC 17025;

     - Satisfazer as necessidades dos clientes a quem presta serviços;

     - Criar uma imagem de credibilidade, confiança e rigor técnico na prestação dos seus serviços;

     - Garantir a confidencialidade, integridade e imparcialidade dos trabalhos realizados;

     - Assegurar que o controlo de qualidade dos produtos é efectuado com rigor técnico;

     - Obter resultados analíticos de adequada precisão num tempo e custo aceitáveis, de acordo com normas, regulamentos e procedimentos experimentais aplicáveis aos ensaios realizados (Ensaios, Métodos e Preços, FR5.4.1-Condições de Contrato - Clientes Externos).

O Laboratório da CVRD procura uma actualização contínua das técnicas utilizadas de modo a ir ao encontro dos novos desafios apresentados pelo mercado vitivinícola, com vista a uma maior defesa do consumidor.

As amostras a ensaiar na CVRD são remetidas por:

     - Clientes, para efeitos de certificação, exportação e assistência técnica, etc.

As amostras a ensaiar são previamente codificadas e confidencializadas pelos Serviços de Apoio Logístico que as remetem para o Laboratório, Câmara de Provadores e Arquivo.

No Laboratório o processamento dos itens a ensaiar passa pela recepção das amostras enviadas pelos Serviços de Apoio Logístico, pela realização dos ensaios e pela recolha das amostras já ensaiadas para um local próprio localizado no Laboratório.

O fluxo geral das amostras a ensaiar, desde a recepção até à emissão e envio do boletim de ensaio está assim esquematizado:

 

    Serviços de Apoio Logístico
Recepção Triagem
Confidencialização e Codificação
   
Câmara de Provadores
Análise Sensorial
  Laboratório
Recepção e Realização
de Ensaios
  Arquivo
     
Ficha de Prova   Boletim de Ensaio
(Introdução dos resultados
no computador)
   
     
Ficha Resumo   Revisão    
     
Verificação   Revisão Final    
       
    Serviços de Apoio Logístico
(Emissão e Envio do Boletim
de Ensaio e Correspondente Ofício)
   
 
 
     
 
Home Política de Privacidade Mapa do Site Contactos
Visite-nos   Seja responsável. Beba com moderação.