pt

Sobre o Welcome Center

Conheça o Welcome Center da Rota dos Vinhos do Dão!

O Welcome Center da Rota dos Vinhos do Dão acolhe o enoturista e proporciona-lhe uma experiência de prova de vinhos dos diferentes aderentes da Rota, a possibilidade de compra de vinhos e visualização de vídeos promocionais.

Neste sentido, não somos nenhum produtor, adega cooperativa ou empresa onde se possa acompanhar o processo de produção e vinificação bem como todos os restantes procedimentos.

Com a representação de 49 produtores aderentes, encontra referências exclusivas e ao preço de venda do produtor. 

Um espaço com história, vivências e tradições, onde se pretende receber bem o visitante e dar-lhe a conhecer o melhor da Região do Dão. 

O que oferecemos

Vinhos a não perder!
  • Visita ao Solar do Vinho do Dão - visita à enoteca e loja de vinhos;

 

  • Visualização de vídeos promocionais sobre a Rota dos Vinhos do Dão e produtores aderentes;

 

  • Todas as informações necessárias sobre os aderentes da Rota dos Vinhos do Dão e marcação de visitas e/ou provas de vinhos nos produtores;

 

  • Provas de vinho de 8 produtores diferentes, totalizando 8 referências (vinho tinto, branco e rosé). As provas têm um valor mínimo de 3,00€ por pessoa;

 

  • Loja de vinhos.

Provas da Semana - Vinhos Brancos

Provas da Semana - Vinhos Brancos Provas da Semana - Vinhos Brancos
16 a 29 de setembro
  • Soito Encruzado 2021

PVP = 11,50€ | Prova=1,50€

  • Julia Kemper Branco 2017

PVP = 16,50€ | Prova=1,75€

  • Muros Vadios Branco 2016

PVP = 8,00€ | Prova= 1,25€

  • Quinta da Vegia Rosé 2021

PVP = 10,00€ | Prova = 1,50€

 

Consumo mínimo obrigatório = 3,00€ por pessoa

Dose da prova de vinho - 50ml

Não é permitido o consumo e a venda a menores de 18 anos.

Provas da Semana - Vinhos Tintos

Provas da Semana - Vinhos Tintos Provas da Semana - Vinhos Tintos
16 a 29 de setembro
  • Quinta de Lemos Touriga Nacional 2013

PVP = 27,60€ | Prova = 2,50€

  • Quinta das Camélias Syrah 2019

PVP = 6,80€ | Prova = 1,25€

  • Invulgar 2017 

PVP = 6,80€ | Prova=1,25€

  • Santar Vila Jardim Reserva Tinto 2019

PVP = 17,50€ | Prova = 2,00€

 

Consumo mínimo = 3,00€ por pessoa

Dose da prova de vinho - 50ml

Não é permitido o consumo e a venda a menores de 18 anos.

Horário de Funcionamento

Horário de Verão - Abril a Setembro inclusive:

Segunda-feira: Encerrado

Terça-feira a sexta-feira: 10h00-12h30 | 14h00-18h00

Sábado: 10h00-12h30 | 14h00-18h00

Domingo: Encerrado

Feriados: Encerrado

Confirmação de visita recomendável.

 

Horário de Inverno - Outubro a Março inclusive:

Segunda-feira: 14h00-18h00

Terça-feira a sexta-feira: 10h00-12h30 | 14h00-18h00

Sábado: 10h00-13h30

Domingo: Encerrado

Feriados: Encerrado

Confirmação de visita recomendável.

Material Rota dos Vinhos do Dão

Brochura da Rota dos Vinhos do Dão

Download

Mapa da Rota dos Vinhos do Dão

Download

Programa de Vindimas 2022

Download

Sobre o Solar do Vinho do Dão

Desde o século XII aos dias de hoje!

A história deste espaço, anteriormente denominado de Paço Episcopal do Fontelo, remonta ao século XII (ano de 1122) quando o Bispo D. Odório recebe como doação a herdade do Fontelo por parte de D. Maria Seseriquiz.

O Paço começou a ser edificado em 1399, pelo Bispo D. João Homem, e em 1426 iniciou-se a construção da Capela de Santa Marta.

No século XVI (de 1526 a 1547), o Bispo D. Miguel da Silva, que vivia em Itália, regressou a Portugal. O Rei D. João V, que por não gostar que os seus Bispos levassem uma vida extravagante, ordenou que o Bispo D. Miguel da Silva regressasse a Viseu. Este regressou a Viseu, acompanhado pelo arquiteto italiano, Francesco Cremona, que iniciou importantes reedificações no Paço Episcopal.

Remodelou a Capela de Santa Marta para o estilo renascentista, visível, ainda, através da sua cobertura em forma de cúpula e pelas marcas de granito. A Capela de Santa Marta foi decorada com retábulos, entre os quais “Cristo em Casa de Marta”, elaborado pelo pintor contemporâneo Vasco Fernandes, que atualmente está presente no Museu Grão Vasco.

D. Miguel da Silva mandou também construir o jardim renascentista do Paço do Fontelo, inspirado nos jardins italianos. Para além de ter sido o primeiro jardim do Paço, foi também o primeiro a ter árvores importadas, com um pinheiro importado do Brasil.

Até ao século XIX, o Paço Episcopal do Fontelo era utilizado como casa de férias e repouso dos Bispos, pois a sua residência oficial localizava-se no atual Museu Grão Vasco de Viseu. Com as invasões francesas, o General Massena ordenou a saída dos Bispos da sua residência oficial e transforma o Museu Grão Vasco no seu quartel e hospital militar.

Desta forma, o episcopado instala-se definitivamente no Paço Episcopal do Fontelo. Em 1910 instaura-se a implantação da República e o Estado Português retira todos os edifícios pertencentes à Igreja, passando o Paço do Fontelo a pertencer ao Ministério da Defesa e da Guerra, que posteriormente transforma o Paço em prisão militar.

Aquilino Ribeiro, um famoso escritor romancista da cidade, esteve preso nestas instalações em 1907 e passado um ano conseguiu fugir desta prisão, tendo reportado toda a história num dos seus livros.

Com o 25 de Abril, uma revolução que terminou com o regime democrático português, e com o regresso das famílias de ex-colónias, o Paço Episcopal do Fontelo foi escolhido como o lugar de acolhimento para estas famílias.

A recuperação deste edifício foi feita em conjunto com a Câmara Municipal de Viseu e com a Comissão Vitivinícola Regional do Dão, tendo por objetivo ser a sua sede. Em 2004 foi inaugurado e foi designado de Solar do Vinho do Dão, sendo a atual sede da Comissão Vitivinícola Regional do Dão.

Solar do Vinho do Dão
Solar do Vinho do Dão
Solar do Vinho do Dão
Welcome Center
Welcome Center
Provas de Vinho
Provas de Vinho
Provas de Vinho
Provas de Vinho
Provas de Vinho